ENTENDA OS PORTUGUESES

By / 10th Novembro, 2016 / Truques e Dicas / Off

1. Os portugueses gostam de ajudar os turistas, portanto não sinta vergonha em pedir ajuda. A maioria sabe falar inglês, ou pelo menos fará um esforço para o entender.

2. Apesar de ser um país católico (quase 90{c25b6e1c6a245e70fc6500154e0557d937502bb394782fe6b9eb1add4adc1b28} dos portugueses se consideram católicos), apenas 19{c25b6e1c6a245e70fc6500154e0557d937502bb394782fe6b9eb1add4adc1b28} são praticantes da fé.

3. Os portugueses também são conhecidos por não serem muito pontuais. É como se fizesse parte da etiqueta cultural chegar entre 15 a 30 minutos atrasado.

4. Portugal, em geral, é um país gay friendly, mas a abertura que encontra nas grandes cidades não é a mesma que nas localidades mais pequenas e rurais.

5. Comparativamente com outros países europeus, em terras lusas janta-se relativamente tarde, entre as 8h30 e 9h00.

6. Algumas cidades em Portugal ainda organizam eventos tauromáquicos. É ilegal matar o touro durante a tourada, ao contrário do que acontece em Espanha. Este tipo de entretenimento também é alvo de várias críticas por muitos portugueses.

7. Tenha alguma atenção às discussões sobre futebol, pois é um tema sensível. O futebol é o desporto que mais caracteriza a identidade portuguesa, tendo como principais equipas: Futebol Clube do Porto, Sport Lisboa e Benfica e o Sporting Clube de Portugal.

UM DUCHE RELAXANTE

By / 30th Setembro, 2016 / Truques e Dicas / Off

No The 7 Hotel, o conforto, versatilidade e funcionalidade não têm que ser mutuamente exclusivos. Com as nossas colunas poderá ter tudo isto e mais. Práticas por excelência, ajustam-se facilmente a espaços reduzidos, transformando qualquer casa de banho num autêntico oásis de bem-estar. As colunas de hidromassagem oferecem quatro jatos de água e o chuveiro garante a pressão indicada para um banho de qualidade.

O duche proporciona uma corrente contínua de água sobre a pele e a renovação constante evita a acumulação de sujidade. Também é importante proporcionar uma grande quantidade de calor ou de frio no corpo inteiro, funcionando como um estimulante único para os sistemas circulatório e nervoso autónomo.

Enquanto a água quente dilata os vasos sanguíneos e relaxa o tecido muscular, a água fria contrai os vasos da pele e estimula a irrigação sanguínea e o sistema nervoso. Recomendamos que usufrua da água quente para facilitar o descanso, uma vez que liberta a tensão acumulada durante os seus passeios por Lisboa, e da água fria no início do seu dia, eliminando o cansaço físico e psicológico. No entanto, o ideal será uma combinação de ambas, primeiro a água quente e, pouco a pouco, a água fria, favorecendo a circulação.

Fonte: http://www.sanitana.com/pt/colunas.php?ambiente=100131#16

VIVER COM BASE NUMA DIETA SEM GLÚTEN

By / 28th Setembro, 2016 / Truques e Dicas / Off

A doença celíaca é uma doença vitalícia e autoimune, causada pela permanente reação do sistema imunitário ao glúten (uma proteína encontrada no trigo, cevada e centeio). Atualmente não existe uma cura para esta condição, sendo que a única opção é aprendendo a viver com ela e adaptar-se a uma dieta alimentar rigorosa sem glúten. No início pode parecer difícil, mas se tiver atento a estas dicas, facilmente irá fazer parte da sua rotina:

Habitue-se ler os rótulos dos alimentos nas compras

Confirme sempre se pode consumir o produto, vendo se existe algum selo “sem glúten” ou se na descrição encontra elementos como: trigo, centeio, cevada, aveia, espelta ou semelhantes.

Substitua os alimentos que contêm glúten

Massa, pão e biscoitos contêm todos glúten, mas isso não significa que terá de deixar de desfrutar destes alimentos. A maioria dos supermercados já tem espaços com alternativas a estes produtos, incluindo massas, pão, biscoitos, cereais, bolos e muito mais, tudo sem glúten. Experimente também outros tipos de cereais e grãos, naturalmente sem glúten, como a quinoa, teff, amaranto, polenta, trigo-sarraceno, milho, painço e tapioca.

Lembre-se que muitos alimentos não têm glúten

É o caso da fruta e dos vegetais frescos, da carne, das aves, do peixe, do queijo e dos ovos, podendo usá-los na base das suas refeições.

Saiba quais as bebidas alcoólicas que pode consumir

Álcool sem glúten inclui: cidra, vinho, bebidas espirituosas, vinho do porto e licores. Não se esqueça que a cerveja contém glúten.

Atenção à contaminação cruzada

O mínimo de glúten pode causar sintomas a alguém que tenha a doença celíaca, por isso tenha cuidado com os utensílios e os locais onde come, por exemplo: certifique-se sempre que as superfícies da cozinha estão limpas e utilize facas diferentes para a manteiga e as compotas para minimizar a propagação de migalhas.

No The 7 Hotel oferecemos algumas opções de alimentos sem glúten ao pequeno-almoço, para poder começar o seu dia com energia, como: croissants, pão, madalenas e cereais (corn-flakes e de chocolate).

PALAVRAS & EXPRESSÕES PORTUGUESAS ÚTEIS

By / 26th Setembro, 2016 / Truques e Dicas / Off

Às vezes existem palavras que, simplesmente, não têm uma tradução à letra para outras línguas ou são diferentes do português do Brasil. A lista abaixo é formada por um conjunto de palavras que podem ser práticas e úteis para quando vier visitar Lisboa. Veja os elementos gastronómicos e situações do quotidiano que poderão facilitar a sua viagem, pronunciando a palavra ou expressão certa!

Auto-Estrada: Rodovia.

Azulejo: Placa de cerâmica, normalmente artesanal.

Bica: Café expresso.

Bifana: Sanduíche de fatias de carne de porco, temperadas.

Boleia: Carona.

Bitoque: Bife português com batata e ovo frito.

Caldo Verde: Sopa portuguesa feita com batata, couve, azeite e rodelas de chouriço.

Conduzir: Dirigir.

Comboio: Trem.

Cozido à Portuguesa: Diferentes carnes e legumes cozidos juntos.

Esplanada: Área plana e descoberta, com cadeiras e mesas onde se pode sentar para comer ou tomar um drink.

Fotocópia: Xerox.

Galão: Café longo com leite.

Imperial: Chope.

Paragem de Autocarro: Ponto de Ônibus.

Passadeira: Faixa de Pedestres

Portagem: Pedágio.

Tasca: Boteco.

PORQUE DEVE VISITAR LISBOA

By / 26th Agosto, 2016 / Cidade Lisboa / Off

É a mais recente cidade a ser considerada a “nova Berlim” e encontra-se, atualmente, na boca do mundo. Também conhecida como a cidade das sete colinas, Lisboa tem sido, durante os últimos 7 anos, a nova “cidade sensação” no que toca a cultura sulista europeia, e tudo lhe corre bem. Os turistas costumam utilizar uma expressão curiosa: “Ou se ama Lisboa, ou se adora”.

É considerada uma das cidades mais quentes da Europa – tanto por causa do tempo, como por causa das pessoas. Se gosta de fazer surf e de ir à praia, está a poucos minutos de distância de fazê-lo. Se precisa de algumas indicações na rua, enquanto passeia, o português vai parar de fazer o que está a fazer para ajudá-lo. A maioria dos nossos turistas chega a Lisboa à espera de encontrar a população local amarga e de cabisbaixo, pois a comunicação social internacional foca-se no nosso estado da economia, na Troika e no desemprego, mas provavelmente irá ter uma experiência exatamente oposta. Além disso, a cidade é barata e tem atraído os turistas que não têm tantas condições para visitar cidades como Barcelona, Paris ou Roma.

O ambiente e atmosfera da cidade é também uma rajada de autenticidade, sempre mostrando as raízes tradicionais portuguesas, como a calçada branca única que reflete o sol e ilumina a cidade, dando-lhe uma linda luz natural. Também irá encontrar uma variedade de formas de arte por toda a cidade, desde estátuas e fontes a graffiti e bandas de rua. Algumas das maiores mentes artísticas das próximas gerações estão a reunir-se em Lisboa, em busca de inspiração e a compartilhar as suas peças com o povo português.

O estilo de vida lisboeta é uma combinação entre o tradicional e popular com o moderno e a moda. O Bairro Alto, por exemplo, é um bairro antigo de ruas labirínticas, conhecido pela vida noturna, com bares, ao longo das ruas, as pessoas ao ar livre e música ao vivo que povoam todos eles, onde pode entrar para dançar ou simplesmente sentar-se e tomar uma bebida. O povo português também está a atravessar uma fase de consciencialização de bem-estar que tem vindo a crescer exponencialmente entre a população, com muitos acessos a alimentos saudáveis, ciclovias, yoga e ginásios.

Uma cidade com uma alma velha, mas jovem de coração, é a nossa Lisboa.